terça-feira, 21 de julho de 2015

Resenha: Batons Líquidos Dailus Pro - cores Jetés e Sapatilha


Oi Gente,


Sim, eu admito, sou a louca dos batons! Quem acompanha sempre o blog, certamente já leu inúmeras resenhas de batons, principalmente dos líquidos. Já resenhei alguns da Lime Crime, da NYX, da Anastasia Beverly Hills e também da marca nacional Dailus Pro.

Os batons líquidos tiveram uma grande aceitação entre os consumidores e por isso a maioria das marcas de maquiagem investiram em uma versão do produto. Diante de tal sucesso e a alta demanda,  marcas internacionais mais acessíveis e até algumas nacionais também lançaram seus batons líquidos, tornando o acesso ao tal produto bem mais democrático. Se não me engano, as primeiras marcas a lançarem este tipo de batom foram as gringas Lime crime e Kat Von D Beauty.


Como já dito por aqui diversas vezes, eu também caí de amores por estes batons, que se tornaram meus preferidos. Claro que ainda amo batons nas versões tradicionais, mas os líquidos realmente dominam meu coração, justamente pela intensidade das cores, cobertura e longevidade.

Enfim, sem mais delongas, hoje resenharei os batons líquidos da marca Dailus Pro, nas famosas cores Jetés e Sapatilha:


Os dois batons possuem um tom de vinho, sendo o Jetés bem mais escuro, praticamente um ameixa profundo, já o sapatilha é mais claro e possui um subtom um pouco mais vinho mesmo. Nas minhas fotos o sapatilha parece um um pouco mais claro e rosado do que na realidade. Ambas as cores são perfeitas pra o inverno, especialmente para quem gosta de um look mais dark, assim como eu.

De cara, posso dizer que a fórmula é extremamente parecida com os Soft Matte Lip Creams da Nyx, resenhei o Copenhegen e o Transylvania aqui. Os batons da Dailus, assim como os da NYX, não são realmente líquidos, sua fórmula é mais cremosa, quase um mousse. 

O produto desliza facilmente nos lábios e entrega uma cobertura mediana na primeira aplicação. Por serem mais cremosos, o tempo de secagem e aderência nos lábios é mais longa,  mas isso não é ruim, pois assim podemos corrigir ou fazer algum retoque com mais tranquilidade. No entanto, após secos eles ficam extremamente foscos nos lábios, a sensação chega a ser até um pouco desconfortável, a boca fica muito ressecada! Não sinto isso com os batons na NYX, acho eles bem mais confortáveis de se usar.

O aplicador segue o mesmo estilo de todos os outros batons líquidos, estilo lip-gloss, porém achei estes da Dailus mais firmes e menores, o que facilita um pouco a aplicação.

A duração é ótima, se vc não esfregar muito os lábios ele ficará intacto por muitas horas! Após as refeições não fiquei borrada, as cores  esfarelaram somente no centro dos meus lábios, o sapatilha foi o que mais esfarelou. Com o batom vermelho chamado Ballet, da mesma linha e marca, tive um experiência super ruim, a cor parecia que não fixava no meus lábios, após uma refeição fiquei completamente borrada, foi um horror. Confiram a resenha aqui.

O único problema com estes batons líquidos da Dailus, o Jetés e o Sapatilha é a cobertura. Utilizei umas duas ou três camadas e a cor não ficou totalmente uniforme, quanto mais camadas aplicamos a sensação de ressecamento vai piorando, sem contar que o produto fica mais espesso nos lábios, o que pode acarretar em um craquelamento. Nas fotos, noto que em algumas partes dos lábios há mais acumulo de produtos do que em outras, porém nada muito grave. O mesmo ocorre com o batom Transylvania da NYX.

Pesquisando na internet e também de acordo com alguns comentários de leitoras, descobri que o Sapatilha costuma creaquelar e esfarelar por inteiro no lábios, no entanto isso não chegou a ocorrer comigo, tento aplicar camadas bem finas de produto e espalho bem. Também hidrato muito meus lábios antes de passar o batom.

A Sandila, do blog Nox et Lux, fez um vídeo bem legal demostrando algumas técnicas de como aplicar o Sapatilha, para se obter uma cobertura perfeita. A assistam o vídeo nesse link aqui.

Da esquerda para a direita: Dailus - Sapatilha, NYX - Copenhagen, Dailus - Jetés e NYX - Transylvania

Como estou a todo o momento me referindo aos batons da NYX, aproveitei para fazer uma comparação entre as cores, que a princípio pareciam ser bem similares.

É possível constatar com os swatches que as cores não são assim tão parecidas. O Copenhagen é mais vermelho que o Sapatilha e o Trasylvania é um tanto mais claro e arroxeado que o Jetés. Mesmo assim considero os batons da Dailus ótimos dupes para da NYX

Dailus - Sapatilha, NYX - Copenhagen, Dailus - Jetés e NYX - Transylvania

No geral, gostei muito desses batons e tenho usado bastante ambas as cores. Fiquei muito interessada em outras tonalidades da linha, se eu adquirir mais algum prometo fazer resenha.

Infelizmente esses batons da Dailus parecem estar esgotados em muitas lojas online, os meus consegui comprar pelo site Encanto Cosméticos, na época o site estava em promoção e paguei cerca de R$19,00. No momento os batons estão custando R$ 21,90.

**Espero que tenham gostado post. Bjs e até o próximo!

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Monthly Update: Favoritos de junho de 2015



Oi gente,


Há muito tempo tive uma ideia de mensalmente fazer um post de favoritos. Esta publicação incluiria itens de maquiagem, moda, entretenimento e outras coisas que possivelmente teriam me inspirado no mês em questão. Porém, infelizmente não tive uma boa resposta de vocês após a minha primeira publicação com esta temática. Mas não desisitrei, espero que desta vez vocês gostem!


Favoritos de Beauté:


Corretivo Radiant Creamy Concealer da Nars:  Acho esse corretivo excelente! É bem cremoso, não acumula muito nas rugas e tem um boa duração. Eu já estou chegando na casa dos 30, então gosto de corretivos que hidratem um pouco a região e não marquem demais minhas ruguinhas, esse corretivo se encaixa em todos os meus requisitos. Ele é o meu favorito do momento, deixei um pouco de lado o prolongwear da MAC. Outro corretivo que gosto bastante é um da Tracta, mas falarei dele em um outro post.

Invisible Loose Setting Powder Laura Mercier:  Adquiri esse pó mês passado e fiquei um pouco viciada. No começo achei que não iria gostar, pois na verdade queria um outro da mesma marca, mas acabei encomendado errado. Enfim, esse produto me surpreendeu bastante, além de fixar a base e prolongar sua duração, deixa a pele com um aspecto lindo, bem aveludado. Segundo o site da Sephora, este pó é um difusor de luz e diminui a aparência de imperfeições e linhas finas. Recomendo bastante, pena que é bem carinho.

Iluminador Mary-Lou Manizer, The Balm: Depois que comprei este iluminador não quero mais saber de outro, deixei de lado meu Soft & Gentle da MAC. O Mary-Lou Manizer possui uma textura super macia, além de ser muito pigmentado. Seu subtom é mais quente, meio champagne, isso o torna excelente para vários tipos de pele. Ele adiciona um brilho lindo ao rosto, sendo possível obter facilmente esse efeito chamado strobing, tão comentado atualmente. É um excelente produto, acho que vale o investimento.

Batons Líquidos Dailus Pro, cores Jetés e Sapatilha: Acho que esses batons líquidos da Dailus são notórios na blogsfera por possuírem um ótima qualidade e um precinho super bom, vivem sempre esgotados é muito difícil comprá-los online! Felizmente, encontrei estes em uma loja online, chamada Encanto Cosméticos e desde que chegaram aqui na minha casa estou usando constantemente. Me surpreendi com cores e a qualidade, pois não tive uma experiência muito boa com outro batom líquido da mesma linha e marca, chamado Ballet. Me digam aqui nos comentários se desejam uma resenha destes batons.

Kat Von D Tatto Liner, cor Tropper: Esse produtinho é o mais incrível para que é fã de um bom delineado como eu! Com ele é possível fazer mais facilidade o famoso olho gatinho e com uma precisão absurda! Nesse último mês usei somente esta canetinha, aposentei por completo meu delineador em gel, que já ficou mega seco! Tem resenha dessa canetinha aqui no blog, para acessar o post clique aqui.

Esmalte MAC Formidable: Adoro unhas pintadas e bem feitas, mas eu sofro de um mal chamado preguiça, ahauhaua! Apesar de amar esmaltes eu não tenho paciência alguma para aplicá-los, tenho preguiça até de ir em uma manicure. Na verdade, confesso que eu tenho pavor de alicates, então nunca vejo a necessidade de fazer as unhas, quando surge uma inspiração divina eu apenas pinto e pronto. Porém, desde que comprei este esmalte em uma loja da MAC, senti mais vontade de cuidar das minhas unhas! Apesar da qualidade não ser tão boa, a cor é muito linda, por isso tenho usado bastante!


Melhores Compras Fashion:




Ah vocês já sabem quais são meu itens favoritos nessa categoria! Definitivamente são meus coturnos  da Dr. Martens e meu casaco poodle da UNIF. Aqui no blog, tem review das botas e look do dia com o casaco, confiram aqui e aqui.


Series:




Sense8

Sou uma viciada em Netflix, adoro principalmente as produções originais do canal em streaming. Um delas realmente me chamou atenção no último mês, que foi a série de ficção científica Sense8. A história é um pouco enrolada e boa parte da trama principal não é revelada, mas isto só aguçou ainda mais minha curiosidade! Basicamente, a série conta a estória de 8 personagens, chamados de sensates, que acabam se conectando emocionalmente e mentalmente após a morte de uma certa mulher. Todos são de países e culturas diferentes, o que torna o enredo muito mais interessante. O seriado foi filmado em 9 cidades de 8 países distintos, as localizações são incríveis, a ambientação é perfeita! Há muitas cenas de ação e outras mais adultas. Recomendo muito para quem é assinante! A Bruna, do blog Chanel Fake, fez um resenha excelente da série, não deixem de conferir.

Orange is the New Black

Esta  nem precisa de apresentações, não é? A série já está na terceira temporada e a cada episódio as estórias dos personagens vão se aprofundando, a cada fashback ficamos conhecendo um pouquinho mais da vida de cada presidiária de Lichfield. Sem contar a complicada relação entre Piper e Alex e os problemas penitenciários. Enfim, a série estreou no dia 11 de junho e possui 13 episódios, infelizmente eu ainda estou na metade, mas já posso dizer que estou adorando!


Inspirações do Tumblr:


Já contei para vocês sobre meu amor pelo Tumblr. Sigo vários microblogs na plataforma e quando estou sem inspiração alguma para montar looks ou fazer uma makeup, recorro as postagens da minha dashboard. Costumo compartilhar muitas imagens de maquiagem, moda e outras coisinhas. Entretanto é possível encontrar por lá uma infinidade de fotos, textos, gifs, citações, vídeos etc. Por ter um conteúdo tão vasto, acho possível ficar navegando o dia inteiro pelo tumblr quando não há mais nada para fazer! 

No mês de junho e também de julho, rebloguei muitas imagens das botas Dr Martens (muito previsível) e outras mais fashionistas. Meus desejos recorrentes de moda e estilo são peças em couro, xadrez, jeans, camisas de banda, dark lips e tudo que tenha um estilo mais grunge! Então acabo postando muitas fotos que sigam estas referências.

**Me sigam no  tumblr se quiserem acompanhar um pouquinho mais das minhas inspirações.


Espero que vocês tenham curtido este post! Bjs e até o próximo!




quinta-feira, 2 de julho de 2015

Dr Martens, Poddle Moto Coat & Daisy Dress


Oi pessoal!

A publicação de hoje é um seguimento da última, no qual eu fiz um breve review das coturnos Dr Martens. Prometi que postaria um look do dia utilizando as botas, demonstrando que realmente é possível combiná-las com tudo!

Espero que gostem!


Vestido: Alexpress / Casaco: UNIF/ Bota: Dr Martens/ Batom: NYX Soft Matte Lip Cream - Transylvania

Gente, estou amando muito usar minhas Doc Martens! Tudo bem, elas ainda me causam certa estranheza, por serem bem robustas fico achando que eu estou com um pé gigante, estilo Bozo, no entanto continuo usando bastante minhas novas botinhas! Meu namorado disse que ficam lindas no meu pé e que combinam bastante comigo. Realmente, elas fazem muito o meu estilo e ficam ótimas com praticamente todas as roupas que tenho no armário. 

Para montar este look decidi utilizar algumas aquisições recentes, que, ao meu ver, combinaram perfeitamente com as Docs. Como gosto de um estilo mais grunge e largadinho, não resisti ao encontrar este vestidinho de margaridas no Aliexpress, ele é bem soltinho, confortável e a estampa floral com fundo preto realmente me encanta. Não sou muito fã de vestidos, mas estou tentando quebrar esse paradigma. 

O casaco também é uma compra recente, tenho amigos muito especiais que viajam constantemente para outros Países e eu vivo pedindo encomendas, sim sou uma chata! Mas enfim, comprei este casaco chamado Poodle Moto Jacket, da marca UNIF e solicitei que fosse entregue no hotel de minha amiga. Quando ela retornou de viagem e me entregou a encomenda eu fiquei em choque, essa jaqueta é linda demais, quero usá-la todos os dias! A poodle moto Jacket possui uma modelagem super oversized, realmente não é uma peça que agrada a todos, mas para mim é perfeita, pois não tenho medo de brincar com as proporções de minhas roupas. Uso uma peça ajustada combinada com outra bem mais larga sem problema algum, neste caso usei tudo bem larguinho e grande mesmo. O mais legal do casaco é o material que lembra pêlo de poodle!!





E aí curtiram o look? Me digam nos comentários! 
Bjs e até o próximos post!

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Resenha Botas Dr Martens 1460: Dicas de como usar e onde comprar


OI Gente,


Finalmente realizei um sonho antigo, comprei meu primeiro par de botas Dr. Martens!!!
Estou tão empolgada com minha nova aquisição, que decidi fazer um post dedicado somente a elas! Vamos combinar que as Doc Martens são a cara do blog, vocês não acham?

Espero que gostem!




Um pouco da História:

A botas Dr. Martens já existem há muito tempo, e ao longo dos anos se transformaram em um dos calçados mais emblemático e famosos do universo. Quem gosta de um estilo mais alternativo, que curte looks no Lookbook e passa horas no Tumblr, já deve ter notado o quanto este modelo clássico de botas se tornou novamente um grande ícone desde o retorno do 90's grunge ao cenário fashion. 

Para quem não conhece, o primeiro coturno da marca surgiu na Alemanha, criado por um cara chamado Klaus Martens na metade dos anos 40. Klaus considerava as botas militares muito desconfortáveis e que machucavam constantemente os pés, sendo assim decidiu criar um novo modelo, com o intuito de ser um sapato robusto, porém de solas confortáveis e duráveis. Alguns anos depois, uma companhia inglesa comprou os direitos de produzir o calçado e após algumas modificações no modelo original, tais como a costura amarela e a sola AirWair a bota se popularizou entre os trabalhadores. Nos anos 70 com a explosão da música e da cultura punk no Reino Unido, os tais coturnos caíram no gosto dos integrantes do movimento.

Das classes operárias de 1960 aos Grunges da década de 90, aos poucos a Dr Martens trilhou seu caminho entre os movimentos alternativos e undergroung,  se tornando um ícone de rebeldia juvenil.



Resenha:

Recentemente eu adquiri meu primeiro par de botas da marca, modelo 1460, na cor preta, com couro de acabamento Smooth. Minha amiga Erica trouxe para mim da Europa. O par custou cerca de 100 euros, sim as Doc são extremamente caras, mas eu considero isso um investimento, uma vez que a durabilidade da bota é imensa e eu pretendo usá-las constantemente.

Apesar de serem lindas e super estilosas, nem tudo são flores quando se trata de um Dr. Martens! O couro do modelo clássico é extremamente duro, é necessário um bom tempo de uso para que comece a amaciar. Um outra questão que realmente me incomoda é a modelagem excessivamente grande. Eu pedi o tamanho 39 europeu, que de acordo com as minhas pesquisas seria o equivalente ao número que costumo usar aqui no Brasil, o 37, no entanto elas ficaram bem grandes no meu pé, às vezes me sinto como se estivesse usando sapatos de palhaço! O mais estranho é que a bota fica grande somente nas laterais e não na ponta. Para que os meus pés não fiquem sambando dentro do calçado, uso com meias mais grossas e uma palmilha. Fora estes detalhes da forma e do couro mega rígido, tenho achado bem tranquilo andar por longas distancias com a bota. Elas são até bem confortáveis, talvez isto ocorra por estarem mais larguinhas no meu pé e o fato de usar meias mais grossas.



Desta forma, se um dia vocês tiveram somente a oportunidade de comprá-las pela internet ou pedindo para alguém trazer do exterior, acho realmente necessário fazer uma pesquisa sobre a modelagem e as numerações. Apesar da minha estar um pouco grande nos lados, creio que um tamanho menor ficaria bem apertado. As Dr. Martens são famosas por causar bolhas medonhas nos pés, então eu não me arriscaria comprando um tamanho que não fosse o meu.

Para ajudar, deixo abaixo uma tabela com os números de calçados brasileiros e a numeração correspondente em outros países:



Como usar:

As Doc Martens são sapatos bem masculinos, brutos, bem robustos e o couro é mega resistente, aguenta chuva super bem! Por serem botas extremamente marcantes, conseguem transformar qualquer outfit casual em algo mais estiloso, por esses motivos acho difícil obter um look super girly com elas. Entretanto, não é preciso deixar a feminilidade de lado na hora de usá-las.

Eu acho possível montar infinitos looks com este modelo de botas, elas combinam perfeitamente com calças skinnies, vestidos, minissaias e até mesmo shorts. O truque é não ter medo de experimentar! Para um visual bem grunge (estilo que amo), basta combiná-las com um vestido floral de fundo preto.

Em breve postarei um look do dia utilizando as minhas botas, aguardem!



Onde comprar:

Enfim, definitivamente as Dr. Martens são botas lindas, Icônicas, bem alternativas, porém infelizmente a marca não é comercializada oficialmente no Brasil. No entanto, após algumas pesquisas consegui descobrir algumas lojas virtuais internacionais confiáveis que entregam para o Brasil:

Asos: Loja online Britânica mega confiável, que entrega para o Brasil com frete Grátis a partir de US 25.00. O único problema é que a loja possui um sistema próprio de envio e cobrança de taxa alfandegárias. Em todas as compras são cobrados impostos de importação antes mesmo do envio. O site lhe manda um e-mail comunicando o valor da taxa (que na maioria das vezes ultrapassa os 60%) e você precisa pagar o boleto para que o produto seja despachado.

Amazon: Melhor site internacional para se comprar e o mais famoso do mundo, quem não conhece a Amazon, não é minha gente? Na Amazon é possível encontrar todos os modelos disponíveis no mercado da Dr. Martens. Fiz uma simulação de compra encontrei um modelo igual ao meu por US$ 85,05 e o shipping ficou em US$49,95, total de US$ 135,00, ou seja praticamente o valor da bota no site oficial da marca. Mas como não finalizei a compra, não sei dizer se ainda há acréscimos de taxas de importação. Enfim, acho um boa opção comprar pela Amazon, porém antes de fechar a compra verifique se a empresa/vendedor é de confiança, leia os reviews para não acabar adquirindo um produto fake.

Dr. Martens USA: A loja virtual da marca nos Estados Unidos também faz envio internacionais, no entanto não sei dizer o valor do frete que é cobrado, porém pressinto que deva ser bem carinho. Por ser a loja oficial, creio que é bem confiável, no entanto você também corre um alto risco de ser taxado, infelizmente não há como fugir dessas taxas alfandegárias.



Devido ao preço bem salgado das botas e a alta do dólar, sei que pode sair bem caro importá-las e ainda corremos o risco de sermos tributados pela nossa querida Receita Federal. Sendo assim, intensifiquei minhas pesquisas e consegui descobrir 2 lojas nacionais que comercializam a marca:

Farfetch: Loja online brasileira que trabalha com vários produtos importados. Nunca comprei nada nesta loja, mas já vi algumas blogueiras comentado que é confiável, lá é possível encontrar vários modelos da Dr. Martens, porém os preços são altíssimos!

Enjoei: O enjoei funciona como uma brechó online. É possível encontrar vários Dr. Martens de sencond hand, ou seja são usadas, porém muitos estão em excelente estado. No exterior é comum esta prática, muita gente compra estes coturnos de segunda mão, a diferença é que na gringa os preços compensam bastante. Já aqui no Brasil os valores são obviamente mais altos, no entanto não deixa de ser uma boa alternativa. É importante verificar com o vendedor a autenticidade do calçado, pois existem modelos destas botas piratas no mercado.

Apesar de todas as recomendações sei que é muito complicado adquirir as tais botinhas, realmente você precisa estar disposto a fazer tal investimento, sem contar  as complicações que podem surgir ao comprar algo de custo tão alto em lojas internacionais. Uma alternativa é esquecer o modelo original e adquirir as réplicas perfeitas disponíveis no Aliexpress ou então comprar uma versão bem similar nacional, produzida pela empresa Cravo & Canela. Os coturnos desta marca são lindos e de ótima qualidade!

------------------

Então é isso, espero que vocês tenham curtido o post e que ele tenha sido bem informativo. Se tiveram alguma dúvida, deixem nos comentários.

**A primeira foto do post retirei do tumblr as outras são de minha propriedade. No site Weheartit há várias imagens inspiradoras das Dr. Martens, confiram neste link aqui

Bjs e até o próximo post



sexta-feira, 19 de junho de 2015

Look do Dia: Union Jack Cardigan, AC/DC Shirt e Coturno



Oi galera!!!


Hoje é dia de post novo, eba!! E por ser sexta (TGIF!!) achei que um look do dia cairia super bem! Geralmente nas sextas, quando tenho um tempinho, fico navegando pelo Lookbook.nu e Tumblr atrás de inspirações para montar looks. Desta forma adoro blogs que postam ideias de looks na sexta, sempre consigo, de alguma forma, assimilar algo e incorporar ao meu estilo para usar no final de semana.

Enfim, eu prometi que postaria mais looks por aqui, mas tá difícil fotografar em Petrópolis, a cidade anda lotada de turistas, não sobra um lugar bonitinho e calmo para fazer as fotos! Nos próximos dias, a cidade deverá ficar mais cheia ainda, pois começará a Bauernfest, uma festa em homenagem aos colonos alemães. Mas, tentarei fotografar este final de semana, estou com uma ideia de outfit bem legal! Se as fotos ficarem boas, semana que vem teremos mais um look do dia por aqui, aguardem!

Sem mais delongas, vamos ao post:



Gente esta semana fiquei tão atarefada que quase não me sobra tempo para postar, mas enfim cá estou! Eu e meu namorado fotografamos este look no domingo passado, a temperatura aqui em Petrópolis, RJ, estava bem agradável com um dia ensolarado, entretanto na rua onde moro fazia muito frio, sendo assim, optei por usar meia-calça, botas e um cardigan.  Porém ao chegar o centro da cidade praticamente cozinhei com este outfit, hauahauahn, mas consegui manter o glamour para poder fotografar. O clima daqui é realmente bem louco, às vezes acontece de um bairro estar mega frio e no outro super quente.

Para compor o outfit, resgatei do fundo da gaveta meu cardigan que contém a bandeira do Reino Unido nas costas,  comprei este casaco há mais ou menos 1 ano na Forever 21, acho que nunca tinha fotografado com ele. Combinei também uma blusa de banda (always!) com uma sainha de couro, pois quem leu o post da TAG "Minha Moda" sabe que sou viciada em saias, principalmente se for de couro! Para completar o look, usei obviamente um coturno, desta vez de cano longo e os óculos Rayban round do meu namorado! A bolsa é a holográfica da Zara, que já apareceu em vários looks, acho que é minha bolsa favorita!
Cardigan e saia: Forever 21/ Blusa AC/DC: Topshop/ Bolsa: Zara / Coturno: ganhei de presente, não sei a marca



E aí, gostaram do look? Espero que sim!

Bjs e um ótimo final de semana!

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Glittery Purple Smokey Eye - Goth Makeup Inspired Tutorial | Maquiagem Gótica em Tons de Roxo



Oi pessoal,

Hoje temos mais um tutorial da maquiagem YAY!! Para o tutorial de hoje, optei por um olho mega esfumado em tons de rosa e roxo, com um toque de brilho no centro da pálpebra. Para dar ainda mais dramaticidade, usei nos lábios o batom super, hiper roxo e dark da "ABH" na cor potion, já fiz resenha deste batom líquido, vocês podem conferir aqui!! 

Para criar este look, me inspirei bastante no mundo gótico e nas blogueiras lindas e mega talentosas Paola (blog Sexo, Fraldas e Rock'n Roll), Sandila (blog Nox et Lux) e Lubbyh (blog Nosferotika),  o estilo delas é realmente um referencial para mim!

Espero que vocês gostem, vamos ao tutorial:




Para reproduzir este look não há mistério, basta seguir os passos abaixo:

1- Esfumei um pigmento rosa arroxeado bem cintilante por todos côncavo e um pouco acima;

2- Para dar mais dimensão, apliquei também no côncavo uma sombra rosa bem vibrante da paleta      Eletric da Urban Decay, que assim como o pigmento, também possui um efeito duochrome;

3- Marquei um pouco mais no côncavo uma sombra roxa bem intensa e fosca da Makeup Forever.  Cabe ressaltar que neste look, alonguei as cores até o limite de minhas sobrancelhas;

4- Para dar mais definição, concentrei uma sombra roxa mais escura e brilhante da MAC, chamada  Young Punk, no côncavo e também esfumei a cor no canto externo da pálpebra móvel;

5- Do canto interno até a metade da pálpebra, apliquei um pigmento prensado da MAC, chamado Grape;

6- Iluminei abaixo da sobrancelha e no canto interno dos olhos com uma sombra bem clara, que possui  um leve brilho lilás;

7- Na parte debaixo dos olhos segui o mesmo esquema de aplicação de sombras do côncavo, no entanto delineei uma linha diagonal no canto interno dos olhos com um pincel chanfrado;

8- Desta vez não delineei a pálpebra móvel, apenas apliquei lápis bege na linha d'água, cílios postiços  e a máscara.







Face:

Base HD Make Up Forever cor #120
Corretivo MAC Prolongwear NW20
Pó para assentar o corretivo Bareminerals Well Rested
Pó Compacto Light Reflecting Setting Powder da Nars
Blush MAC Ombré Azalea Blossom
Iluminador MAC Iridescent Powder, cor Silver Dusk
Bronzer Benefit Hoola

Olhos:

Base para sombras MAC Paint Pot Soft Ocre
Pigmento MAC cor Pink Pearl
Sombra rosa Jilted da Eletric Palette, Urban Decay
Sombra roxa Makeup Forever cor 92
Sombra MAC Mineralize, cor Young Punk
Mascara Maybelline The Colossal
Cílios postiços Aliexpress

Lábios:

Anastasia Beverly Hills Liquid Lipstick na cor Potion





Gente, sei que a maquiagem é realmente dramática mais vocês sabem o quanto eu curto uma look assim bem dark e exagerado. Espero realmente que tenham curtido e me digam nos comentário se usariam!

Um beijo e até o próximo post!


terça-feira, 2 de junho de 2015

TAG: Minha Moda


Oi gente,

Fui indicada pela querida Sana, do blog diva-alternativa, para responder uma tag sobre estilo pessoal. Além da tag ser super legal, achei que poderia ser uma forma interessante de expor e compartilhar um pouco mais da minha personalidade com vocês. Eu e a Sana possuímos um estilo bem próximo, por isso nossas respostas acabaram ficando bem parecidas. Enfim, não deixem de visitar o blog diva-alternativa, tenho certeza que vocês irão curtir!



As perguntas são:

01. Qual tipo de roupa você nunca usaria?
Minha percepção sobre a moda está em constante mudança, por isso acho complicado dizer a palavra nunca. No entanto, creio que jamais conseguiria usar um vestido longo, hiper estampado e colorido. Realmente não tem nada a ver comigo.

02. Que tipo de roupa você ama usar?
Eu adoro saias, principalmente quando são de couro ou com estampa xadrez. No momento tenho curtido muito os modelos midi e bodycon.


03. Que estampa você menos gosta, ou não gosta?
Não curto estampas florais muito grandes, mega coloridas e animal print.

04. Já usou alguma coisa só por ter ganhado?
Com certeza, principalmente no começo de minha adolescência. Nesta época, eu usava somente roupas que meus familiares me davam, dificilmente alguém respeitava meu estilo e me presenteava roupas que fossem de minha preferência. Minha mãe era a única que respeitava!



05. Tomara que caia é...
Acho bonito, mas não é uma peça que atrai minha atenção quando vejo em uma vitrine. Acho que dificilmente usaria.

06. Saia ou vestido?
Tenho em meu armário apenas dois vestidos, um que chamo de dark floral e um preto com uma gola estilo Peter Pan, entretanto possuo uma infinidade de saias e não consigo parar de comprá-las. Sendo assim, definitivamente prefiro saias, everyday, all day!



07. O que te dizem ser feio, mas você acha bonito?
Meu namorado odeia meu par de creeper! Mas eu gosto muito, acho que combina perfeitamente com o meu estilo!

08. O que seria uma roupa vulgar?
A ideia de vulgaridade está plenamente associada a um julgamento pessoal e por isso, um modelo de roupa não pode ser usado para definir o termo. Desta forma, não acredito que existam roupas vulgares e sim uma má coordenação e combinação das peças ou então momentos inadequados e inoportunos de se usar tal modelo.




09. Quais são as quatro cores que você mais tem no guarda-roupas?
Cores? No meu guarda-roupa há uma ausência delas, ahauhauahau. A maioria das minhas roupas é preta mesmo, mas tenho algumas peças cinzas, xadrezes e verdes escuras. 

10. Quais cores você não tem no guarda-roupas?
Não possuo nenhuma peça totalmente laranja, amarela e roxa, acho que eu só fico bem mesmo em um look predominantemente preto. Fazer o quê?



E aí gente gostaram desta TAG? Eu adorei respondê-la, por mim poderia ter algumas perguntas extras! As fotos que escolhi para a tag são de looks passados, já postados por aqui.

Enfim, decidi que não irei taguiar ninguém, mas gostaria muito de ler as repostas de vocês, leitores  aqui do blog, então todo mundo que ler esta postagem se sinta taguiado!!

Um beijo e até a próxima!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Resenha: Anastasia Beverly Hills Liquid Lipstick - cor Potion



Oi galera!

Já falei algumas vezes por aqui sobre meu vício por batons. Ultimamente, tenho preferido os líquidos de acabamento mate, a cobertura e a durabilidade desses produtos conquistaram meu coração. Os batons líquidos há algum tempo andam fazendo um grande sucesso no mercado, diversas marcas já lançaram suas versões, desde as mais caras e hypadas, até as mais populares.

Umas das marcas super comentadas ultimamente na internet, devido a qualidade de seus produtos é a companhia estadunidense Anastasia Beverly Hills. A marca além de ser famosa por seus produtos para a sobrancelha, ganhou ainda mais notoriedade ao lançar uma paleta de contorno e algumas paletas de sombras, em colaboração com maquiadoras que viraram personalidades no youtube e instagram. A empresa também adicionou à sua linha uma coleção de batons líquidos, com uma vasta seleção de cores maravilhosas. 

Esses batons instantaneamente viraram um sucesso nas redes sociais e eu, como uma boa consumidora, acabei adquirindo uma cor. Optei pelo tom mais dramático, chamada Potion.

Vamos a resenha:


A "ABH" enaltece que seus batons possuem uma fórmula líquida, fácil de aplicar, com cobertura total, acabamento fosco e intensamente pigmentados. O Potion é descrito pela marca como um beringela profundo, porém achei que ele possui um subtom um pouco mais azulado.  Concordo plenamente com a empresa, o batom realmente é muito pigmentando, a cor é super opaca e o acabamento é bem fosco. Com duas camadas eu consegui que a cor ficasse completamente uniforme, sem falhas.


Sua consistência é líquida,  não tanto quanto os velvetines da Lime Crime, o Cashmere e o Pansy são bem aquosos. O da "ABH" possui uma consistência mais encorpada, entretanto seca rapidamente após aplicado nos lábios. Sua aderência também é excelente, após secarem não saem com facilidade, é possível retirá-lo somente com um demaquilante bifásico. Também posso dizer que a duração é ótima, após uma refeição o batom esvaeceu somente um pouco no centro dos lábios. Mesmo assim, acredito que o contato dos lábios com alguma comida muito gordurosa, fará o batom dissolver e sair por inteiro, esses batons líquidos são resistentes somente a água e não ao óleo.


Como já disse em alguns reviews, meu maior dilema com batons líquidos é a aplicação. Perco muito tempo aplicando com o pincel de esponjinha e no final a aplicação não fica excelente, prefiro passar com um pincel próprio para lábios, mas ainda assim é preciso ter muita atenção e paciência.

Outro coisa que acho importante citar, é que este batom deixou minha boca com uma sensação horrível de ressecamento, que piorou bastante conforme prolonguei as horas de uso. Isso me incomodou bastante, em um certo momento minha vontade era de retirar imediatamente o produto.

Fora este detalhes da aplicação e do ressecamento, eu adorei este batom líquido da Anastasia Beverly Hills! Ele me deixou com uma vibe bem gótica. Os batons custam US$20.00 e a cor Potion é vendida exclusivamente no site da Macy's, que infelizmente não envia nenhum produto da "ABH" para o Brasil. O jeito é encomendá-lo com alguém que viajará para os E.U.A ou em lojinhas online especializadas em revenda de maquiagem importada. O meu eu encomendei com a Janaína Vasconcellos, que possui uma loja no facebook chamada "Jana Importados".



Espero que tenham gostado do post. Me digam nos comentários se teriam coragem de usar um batom assim tão dark!

Bjs

terça-feira, 12 de maio de 2015

Projeto In or Out? Tendência Botas Over the Knee


OI Galera,

Eu e mais 6 blogueiras fomos convidadas pela querida Isabella Paiva, do blog The Urban Trends, para participar do projeto In or Out. Basicamente, uma vez por mês daremos nossa opinião sobre alguma tendência do mundo fashion. O tema deste mês são as Botas Over the Knee.



As botas over the knee já fazem sucesso há tempos, muito antes do que pensávamos. Resumidamente e de acordo com algumas informações que consegui graças a internet (obrigada Wikipédia), as botas de couro acima do joelho, também conhecidas como cuissardes, já eram usadas para equitação por homens desde o século XV. Posteriormente, já no século XVI e XVII, com o desuso de uma armadura completa, integraram o uniforme do regimento de cavalaria, pois fornecia uma proteção extra para as pernas. Continuaram bem comuns, obviamente somente entre os homens, até o séc. XIX.

Entretanto, a partir da década de 1960, as botas over the knee, que ainda possuíam um caráter extremamente masculinizado, granharam um aspecto fashion e foram adaptadas para o guarda-roupa feminino pelas marcas Balenciaga, YSL e alguns anos depois pela famosa loja inglesa Biba. Este modelo passou a representar um rompimento com a estética extremamente feminina das tendências de moda até o momento.

Durante as próximas décadas as botas "OTK" ainda permaneceram bem populares. No anos 80 e no comecinho dos 90 apareciam com frequência da mídia e em desfiles de moda, quem via o programa "Xou da Xuxa" com certeza se lembrará dos modelos usados pela apresentadora. Para mim o modelo mais icônico é o usado pela atriz Julia Roberts no filme "Uma Linda Mulher".  Com o passar dos anos, ao meu ver, as botas acima do joelho acabaram sendo associadas à um estilo mais vulgar e extremamente sexy e caíram no ostracismo. 

Porém, há mais ou menos 5, 6 anos este modelo foi repaginado e passou a receber uma grande atenção da imprensa especializada em moda. Graças ao novo cenário fashion, no qual o street style e os blogs já dominavam a internet, a Over the Knee Boots ganharam uma nova aceitação e status no mercado e atualmente seguem com uma tendência forte e alvo de desejo de muitas mulheres.

Mas enfim, chega de blá blá blá, vamos ver alguns exemplos de como usar as Over the Knee boots:


- Com saias:
Erika / Cassandra / Sara 


- Com vestidos:
Denisa Dee / Stephanie Harrison / Olivia Emily

 - Com shorts, legging e jeans:
Rowan Reiding /Joanne K. / Charlotte

Gente, eu sou apaixonada por este modelo de botas! Já postei aqui no blog um look usando minhas over the knee boots, que apesar de não ficarem extremamente acima do joelho quebram um grande galho. Acho que apenas 3 palavras são necessárias para descrevê-las: elegantes, estilosas e versáteis. Sem contar que são perfeitas para nos manter aquecidas e chiques no inverno, infelizmente no verão extremamente quente aqui do Brasil, fica impossível usá-las.
Enfim, para mim a tendência é totalmente In! Independente do seu biotipo, acredito que é possível usá-las sem medo! Esqueçam as regras, o importante é se sentir confortável consigo mesmo!


Abaixo seguem as opiniões sobre a tendência das outras blogueiras participantes do projeto, vamos conferir:


Danielle Woyames (blog Balaio da Dany): Eu sempre achei as "over-the-knees" polêmicas! (rs) Na verdade, acho que tem que ter estilo para segurar uma dessas. Todos dizem que é preciso ter pernas longas para usar e tal, mas acho que a gente tem que usar o que gosta! Se eu estivesse num lugar muito frio, acho que usaria sim, talvez com uma calça da mesma cor da bota (porque meu quadril é avantajado e se tiver uma quebra muito brusca no tom, pode ficar esquisito). Infelizmente, aqui no Rio de Janeiro é quase impossível aguentar uma bota dessas pelo calor (até nos dias "super frios" de 18º huahuahuahua). Então, parecer final, apesar de tudo que falei (rs): IN!

Thamiris Sgalbiero (blog Like Paradise): Já vi as botas over the knee diversas vezes em filmes "antigos" e em apresentações de algumas cantoras, tipo Katy Perry, Madonna e etc., mas só fui parar pra prestar atenção nas botas mesmo, quando estava assistindo a série Gossip Girl e vi a personagem da Blake Lively usando até mesmo parar ir ao colégio e eu achei as botas incríveis, simplesmente pelo fato de "esconder" um pouco a perna dando total atenção a bota, podendo salvar muitas composições de looks. Fora que fica super elegante, seja com salto ou sem salto. Sou meio suspeita para falar sobre botas, porque sou louca por esse calçado, se eu pudesse faria coleção. Enfim, é obvio que pra mim é IN!

Thabata De Lacerda (blog Não Conta pra Ninguém): Quando eu era mais nova, eu achava muito estranho ou vulgar porque via celebridades ousadas usando, como a Madonna por exemplo. Depois de muito tempo comecei a entender como se usar e como poderia ficar incrível dependendo do look. Entretanto eu acho que pessoas baixinhas, por terem a perna muito curta (oi, prazer), não são as mais indicadas porque somem um pouco... Mas tudo depende de como se usa ainda! Mas como hoje em dia eu acho lindo mesmo que com restrições, pra mim é IN com certeza! 

Karoline Duarte (blog Gipsyyy): No geral acho que esse tipo de bota deixa a mulher com um ar mais sensual e poderoso. Eu via muito as meninas gringas usando e amava, achei que demorou um pouquinho para chegar aqui no Brasil, mas agora já temos algumas referencias, ainda bem! Esse lance de ter que ser alta e magra para poder usar eu acho que não ta com nada, se você se sentir bem, use sim. Mas por já ser um sapato que chama bastante atenção, acredito que a escolha do restante da roupa tem que ser bem cuidadosa para o look não ficar exagerado. Eu super usaria se não morasse em um lugar tão quente. Grande dica, não use se sua cidade estiver fazendo mais que 21°C. No mais, totalmente IN!

Isabella Paiva (blog The Urban Trends): Quando eu era criança e eu vi uma linda mulher pela primeira vez eu juro que me fantasiava usando uma over knee #mejulguem, sério, achava super feminino e ficava pensando que quando eu crescesse eu iria ter uma. Não tenho, infelizmente. Tirando todo o sex appeal que a over knee tem (e o filme uma linda mulher mostra muito bem isso), acho que dá pra usar sem puxar para esse lado suuuuuuuuuuuper sensual da bota. Dá pra ser bem estilosa, combinar com vestidinhos rodados de mocinha (combinação com over knee que mais amo, justamente por causa de misturar uma peça delicada com uma peça sensual) e ficar lhenda e phyna. Super in, se não morasse em Vitória e querer me matar de calor por usar calça jeans.

Sammy Itaborahy (blog La Diabolique): Acho que é uma trend que depende muito. Quando tem um salto agulha, já acho meio out, porque fica cheio de informação (pelo comprimento do cano ser really longo), então acaba vulgarizando. Quando tem salto pequeno ou não possui um saltinho, acho super amor. É uma trend que pode ser super explorada e cai bem com shortinhos até vestidinhos, sabendo mesclar as peças para, de novo, não vulgarizar. Over knee é uma trend que já contem bastante informação e por isso acho que só é in quando investida em looks puxados para less is more.

Ketryn Alves (blog Maruja Marota): Acho lindas, principalmente combinadas com um visual mais ~trevoso~. Eu tenho a sensação que me sentiria "uma deusa, uma louca, uma feiticeira" se usasse, mas a maioria das botas over knee são ou de salto ou de montaria e não combinam muito comigo. Eu não me dou muito bem com saltos e uso botas de montaria "normais" praticamente só pra andar a cavalo, então eu facilmente trocaria uma bota over knee por um coturno com cano alto. Enfim, acho que não usaria, mas admiro quem sabe usar.





Então é isso! Não deixem de conferir os outros blogs participantes!

Também gostaria muito de saber a opinião de vocês sobre esta tendência, me digam aí nos comentários!

Espero que vocês tenham gostado e até o próximo post!