sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Tutorial de Maquiagem: Nu-grunge Metallic Green Smokey Eyes - Lime Crime Venus II Palette

Olá Galera!!


A publicação de hoje é um tutorial em fotos desta maquiagem abaixo, utilizando a paleta Venus 2 da Lime Crime. 

Como de costume, optei por uma make bem esfumada, meio grunge, dando ênfase ao tom verde maravilhoso chamado Pigeon. No lábios também estou usando um produtinho da Lime Crime, o Velvetine na cor Jinx. Acho que farei uma resenha dele em breve.

Enfim, espero que vocês gostem desta maquiagem!









Para fazer esta make, segui os passos abaixo:

- Comecei aplicando uma base preta por toda pálpebra móvel, com a intenção de intensificar o tom da sombra que será aplicada posteriormente;

- Esfumei por todo o côncavo uma sombra ocre, chamada Mustard. Depois escureci mais o côncavo, concentrando a cor laranja Jam e a marrom avermelhada Mud;

- Em seguida, apliquei por toda a pálpebra móvel, por cima da base preta, a sombra duochrome verde chamada Pigeon;

- Escurei um pouco mais côncavo com a sombra preta, chamada Boot;

- Optei por um delineado estilo gatinho;

- Apliquei o lápis preto da Avon na linha d'água, iluminei abaixo da sobrancelha e também no canto interno dos olhos com a sombra iluminadora Fly. Também estendi o delineado no canto interno para dar um efeito um pouco mais dramático;

- Na parte inferior dos cílios repeti o mesmo esquema de aplicação de sombras no côncavo e da pálpebra superior dos olhos;

- Para finalizar, apliquei máscara e cílios postiços.







Produtos Utilizados:

Face:


Base Prolongwear da MAC, cor NW25
Corretivo MAC Prolongwear NW20
Pó para assentar o corretivo Bareminerals Well Rested
Pó Compacto Light Reflecting Setting Powder da Nars
Blush MAC Mineralize cor Warm Soul
Iluminador The Balm Mary-Lou Manizer
Bronzer Benefit Hoola

Olhos:

Base para sombras MAC Paint Pot Soft Ocre
Lápis de olhos Sephora jumbo Liner preto
Sombras Paleta Venus II, cores Mustard, Jam, Mud, Boot, Pigeon e Fly
Kat Von D Tatto Liner, cor trooper
Lápis preto mega impact Avon
Mascara Maybelline The Colossal
Cílios postiços First Kiss

Lábios:

Lime Crime Velvetine cor Jinx



Gente, só tenho a dizer que gostei muito desta make. Estou completamente "in love" com esta paletinha! 
Para terminar desejo a todos um ótimo Carnaval, foliem bastante! Eu vou curtir meu feriado em casa  mesmo,  ficarei com o maridão assistindo diversos seriados no netflix!

Bjs e até o próximo post! 

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Resenha: Lime Crime Venus II Eyeshadow Palette - Review & Swatches


Olá a todos!

Hoje a resenha é de um produtinho de uma marca um tanto quanto polêmica, a Lime Crime.
Após lançar no final de 2014 a Venus Eyeshadow Palette, conhecida como a paleta grunge e causar um grande alvoroço, a marca recentemente lançou a segunda versão da paleta original, chamada Venus II, que também já se tornou bem famosa.

Já contei aqui no blog, (confiram o post aqui) que a Lime Crime é conhecida por certos escândalos e polêmicas que envolvem tanto a marca, quanto sua a fundadora a Doe Deere. A empresa já foi amplamente acusada de fraude, de mentir para seus cliente e de omitir certas informações sobre a produção e conteúdo de seus itens. A lista de indignações é enorme.

Eu mesmo já critiquei muito a marca e em março de 2015 e naquele momento escrevi que não compraria tão cedo produtos da Lime Crime, entretanto deixei claro que amava demais meus produtinhos da marca. Sendo assim, mantive por todos esses meses minha palavra e nem dei bola para os lançamentos, porém ao me deparar com Venus 2, toda a minha resistência foi por água abaixo. 


A Venus II é a irmã mais dark da versão original e veio para dar continuidade ao seu legado. Segundo a descrição da marca, em uma tradução livre, a Venus II  é: 

"Um follow-up da tendência cult dos olhos castanhos-avermelhados de 2015, Venus II é a irmã mais escura que massacra com oito sombras full-size, imprudentemente pigmentadas que levará o seu jogo de maquiagem para o próximo nível. VENUS 2 dispõe de uma variedade de tons distintos que criam looks igualmente distintas. 'Filter' é um retrocesso ao Buffalo 66; 'Boot' explode como uma faísca nebulosa; 'Jam', 'Mud' e 'Mostarda' criam um olhar clássico do início dos anos 90; enquanto 'Pigeon' e 'Fly' elevam a paleta para um necessário nu-grunge."


As 8 cores disponíveis são:

Primeira filiera

Pigeon: sombra bem metálica, em um tom de marrom avermelhado, com um duochrome verde lindo. Lembra demais a sombra da MAC na cor Club, o pigmento BlueBrown e o também pigmento da Makeupgeek na cor Insomnia, já resenhado aqui no blog. 

Filter: Tom azul pastel fosco, super intenso. A tonalidade é bem semelhante com a cor escolhida pelo Pantone para o ano de 2016, chamada Serenity.

Marsh: uma sombra cinza-esverdeada. Um verde de musgo, meio militar, com uma leve cintilância dourada, super bonito e usável.

Mustard: Sombra com um subtom bem quente, com uma tonalidade bem mostarda mesmo, um tanto ocre, com acabamento fosco e muito pigmentada. 

Segunda fileira:

Fly: Sombra em tom de marfim perolado com um duochrome verde, lembra a cor de uma asa de mosca. Este tom é mesmo maravilhosos e super diferente. É ótima para iluminar no canto interno dos olhos e abaixo da sobrancelha.

Jam: Cor de abóbora mate. A sombra possui uma tonalidade laranja um pouco mais fechada e tem boa pigmentação. Complementa bem o tom mustard, perfeita para quem gosta de tons quentes, assim como eu.

Mud: Marrom/borgonha fosco, a cor de fruta estragada. sombra linda, com excelente pigmentação, super macia. Este tom fica ótima na pálpebra ou para escurecer o côncavo.

Boot: Sombra preta fosca com brilho multi-colorido que se assemelha a uma nebulosa. Apesar do tom preto ter uma pigmentação ok, o glitter desaparece um pouco após a aplicação, ainda mais se você esfumar a sombra. Isto sempre acontece quando base da sombra é bem opaca, parece que o glitter perde a aderência. Mesmo assim, gostei da sombra e antes mesmo de comprar a paleta eu já tinha uma ideia de que isto poderia acontecer, então não me decepcionei. Um jeito de fazer o glitter aparecer mais é aplicando com os dedos, dando leve batidinhas na pálpebra, ou aplicando a sombra por cima de uma base cremosa preta.



Eu já amava  a embalagem original e a versão modificada da Venus II ficou realmente incrível, a arte está belíssima e combina demais com a proposta da paleta. A deusa romana Venus continua linda, só que desta vez sem a concha e sim com asas, os cabelos azuis deram lugar ao flamejante vermelho. A paleta é feita de um papelão resistente, com fechamento magnético.

Todas as sombras possuem uma ótima textura, são macias, fáceis de esfumar e trabalhar. A pigmentação no geral também é muito boa, mas nunca deixo de usar um primer antes de aplicá-las, isto aumenta a durabilidade, a aderência e potencializa a cor das sombras.

A única sombra que tem uma qualidade um pouco inferior é a Boot, gostaria que o glitter tivesse uma melhor aderência, a cor é muito mais interessante na paleta, já nos olhos fica um preto com alguns brilhos. Mesmo assim, a sombra é muito bonita e perfeita para se fazer um black smokey eyes.

O que me chama mesmo a atenção nesta paleta é a variedade e diversidade de tons. Amei a mistura de cores mais quentes, como o laranja, o ocre e o marrom meio vinho com os verdes. Achei que a sombra azul poderia ficar um pouco dessituada, realmente, em princípio, ela não combina muito com os outros tons, mas aí é questão de criar coragem e deixar a criatividade agir. O tom Fly é sem dúvida o mais diferente e original, na paleta ele parece apenas um tom perolado sem graça, mas ao aplicar o brilho verde e dourado se sobressaem de uma forma linda, dependendo da luz é possível capitar mais o brilho dourado ou o esverdeado.




Gente, sei que muitos me acharão uma hipócrita por ter voltado a comprar os produtos da lime crime, mas não é bem assim. Em momento algum me comprometi com o boicote a marca e apesar de toda a controvérsia em torno da empresa, eu realmente amo seus produtos. Nunca me decepcionei com nenhum item, na verdade eles me agradam demais, sempre me surpreendem. O único ponto negativo é alto preço cobrado, mas fora isso não tenho mais reclamações. Claro que fiquei muito consternada com tudo que aconteceu, com as fraudes, com as mentiras, com as omissões e o descaso com clientes lesados por parte da Doe Deere. Realmente a Lime Crime não é uma companhia muito confiável, no entanto os produtos por eles comercializados são a minha cara, não sei explicar muito bem, apenas desejo usá-los todos os dias.

Outro ponto importante é que eu nunca comprei diretamente pelo site, sempre encomendei meus itens com a Janaína Vasconcellos, que revende produtos importados. Desta forma, nunca tive meu cartão clonado e dados roubados, a Janaína também nunca passou por tais problemas.


Enfim, como disse acima, eu adquiri a paleta com a Janaína, lojinha janaimortados, no facebook. A paleta no site da Lime Crime custa 32 dólares e eles enviam para o Brasil. Junto com a paleta eu comprei o Velvetine Jinx, em breve postarei resenha dele também.

Mil bjs e até o próximo post!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Look do Dia: Good Girls Wear Black



OI gente!!


Eba, hoje tem post novo, mais um look do dia! Apesar do calor, preto é sempre a cor que impera na maioria dos meus looks. Espero que vocês gostem!

Saia: Renner | Blusa e cordões: Forever 21 | Bota e mochila: Zara | Óculos: Fiveblu - Dafiti


Quem acompanha a fanpage do blog sabe que o ano não começou muito bem para mim, meu pai faleceu no finalzinho de dezembro de 2015 e eu não me vejo superando essa dor tão cedo. Por este motivo, ainda está muito difícil conseguir ânimo para me produzir, querer passar uma maquiagem etc.
Mas enfim, a vida continua, não posso ficar em uma bad eterna, não é mesmo? Por isto, estou tentando ao máximo voltar com as postagens de looks e maquiagens, sei que vocês curtem bastante. 

No dia em que tiramos estas fotos o clima estava bem quente e gostoso, eu adoro o verão! Mas como já não me produzia há um tempo, decidi que era hora de vestir algumas peças novas, que definitivamente se tornarão peças clássicas em meu armário. Eu realmente não estava nem aí para o calor, hahha!

A saia é da Renner, comprei pelo site mesmo. O modelo é belíssimo, possui este detalhe transpassado e fica bem justinha no corpo, o caimento é realmente ótimo! Apesar de ser preta, o tecido é  bem leve, dá pra usar em dias mais quentes tranquilamente. A blusa cropped é da Forever 21, mas comprei no enjoei, adoro garimpar por lá, sempre encontro algo legal e com bom preço. O que eu mais gosto na blusa é a frase "Good Girls Wear Black".

Minha cor favorita é a preta mesmo, ao usá-la me sinto muito mais elegante, confiante, livre e logicamente bonita. Enquanto a maioria usa chinelinho, shortinho branco e blusinha florida eu estou toda montada no preto e com bota de couro. Quero deixar bem claro que respeito demais o estilo dos outros, com certeza o mais importante é estar confortável e aproveitar ao máximo seu dia, sem qualquer incomodo devido a roupa, mas eu sempre me sinto muitíssimo bem com o que visto. Se estiver me machucando ou apertando de alguma forma dificilmente voltarei a usar aquela peça! Manter um estilo não precisa ser algo penoso.

Para terminar, optei pela mochilinha em metalassê com alças de correntes da Zara, apesar de ser mochila costumo usá-la em um ombro só mesmo, assim como uma bolsa. A ankle boots também é da Zara, mega antiguinha e extremamente confortável.



Então é isso gente, espero que vocês tenham gostado do look, peço desculpas se as fotos não ficaram excelentes e também pelo meu dramalhão. Espero que vocês compreendam.

Mil bjs e até o próximo post.






quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Inspiração do Dia: Red Hair | Cabelos Vermelhos


Olá todo mundo, feliz ano novo!



Sempre tive um grande desejo na vida: ter os cabelos vermelhos. Há muitos anos, persisti bastante em obter uma tonalidade bem intensa e vibrante de ruivo, estilo princesa Ariel, porém todas as minhas tentativas foram frustradas, já tive o cabelo laranja, mas nunca consegui o meu almejado tom de vermelho cereja.
Recentemente, tenho visto dezenas de meninas ruivas pela internet afora, tanto no tumblr quanto em contas do Instagram, acho que o ruivo acobreado é uma nova tendência e parece ser tom mais venerado ultimamente. E por ter sido saturada com tantas imagens de ruivinhas, meu desejo de ser uma avivou novamente.

Decidi que em breve pretendo tingir os meus cabelos mais uma vez e, como eu disse acima, o que não falta na internet são fotos lindas para me inspirar. No primeiro post do ano, decidi compartilhar algumas destas imagens com vocês. Ano novo, vida nova e o cabelo também, espero que gostem!



Com certeza a ruivinha mais linda de todos os tempos, em minha opinião, é a Lua P, do blog Le-Happy. Seu ombré hair é muito cobiçado, a mistura das tonalidades fica realmente incrível, mas acredito que deva exigir uma boa manutenção para manter a cor e a integridade dos fios.

A cantora Florence Welch é famosa pelas suas madeixas cor de fogo. A minha musa Kat Von D e a Rihanna também mantiveram os cabelos vermelhos por um tempo.


Apesar da tonalidade do momento ser o ruivo acobreado, meu tom de vermelho desejo é o cereja intenso, cor bem próxima que a atriz Josie Pessoa (foto acima) ostentou na época da novel Império. Não acredito que conseguirei o mesmo resultado no meu cabelo, uma vez que não pretendo fazer uma descoloração. Talvez fique um vermelho bem menos vibrante, não sei. Meu cabelo é naturalmente castanho escuro e atualmente está virgem, não possui química alguma.

Para que eu possa obter uma tonalidade similar terei que gastar uma graninha. Eu possuo um cabelo bem longo e volumoso, então precisarei de alguns tubos de tinta.  Minha cabeleireira me recomendou utilizar as tinturas da Alfaparf Evolution, linha Pure Reds, tom 7.66I misturado com o Red Booster, que é um reforçador de vermelhos, com oxidante de 40 volumes.



Já para manter a cor viva e evitar o desbotamento, precisarei tonalizá-lo regularmente. Minha cabeleireira também indicou o tonalizante Moulin Rouge, da Lola Cosméticos. Porém, para deixá-los bem hidratados ainda estou sem saber o que usar. Mas enfim, ainda tenho tempo para pesquisar, devo pintar os cabelos somente em fevereiro.

*** Todas as imagens foram retiradas do Tumblr

E aí pessoal, vocês acham que eu ficarei bonita com os cabelos vermelhos, será que combinará comigo? Enfim, não vejo a hora de pintá-los e assim que eu fizer a mudança irei descrever tudo por aqui. Me contem nos comentários se vocês possuem alguma experiência com transformações capilares!

Mil bjs e um excelente 2016 para todos nós.


quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Resenha Batom Preto Matte Lindsay Woods - TBlogs


Olá pessoal!

Sim, hoje teremos mais uma resenha de batom. Suponho que vocês já estejam um pouco saturados do assunto, mas ultimamente estou sem saber o que postar, a falta de criatividade está imperando por aqui, infelizmente. Mas, irei aproveitar um pouco as festas de fim de ano para descansar, tentar colocar minha vida em ordem e assim produzir posts mais interessantes e abrangentes para vocês. 

Por hora ficaremos mesmo com a resenha, espero que gostem!


Faz tempo que procuro um batom preto perfeito, mas confesso que tem sido uma tarefa árdua. Infelizmente não conheço, ou melhor, não tenho acesso há batons pretos de qualidade nacionais. Desejei demais por um tempo o velvetine Balck Velvet, da Lime Crime e o Balck Kat, da Pretty Zombie Cosmetics, mas por serem produtos caros e que usaria com pouca frequência, optei por não fazer o investimento.

Porém, há algum tempo, a Tblogs lançou um batom preto em parceria com a blogueira/youtuber Lindsay Woods. Hesitei bastante em comprá-lo, continuava usando o meu da Vult, que infelizmente borra muito, até que recentemente resolvi chutar o balde! Fiz uma comprinha no site da Tblogs (minha última resenha foi de dois batons líquidos da coleção "pausa para feminices") e adquiri o batom preto da Lindsay.


Este batom possui acabamento Matte. Sua textura é super seca, me lembrou muito o Ruby Woo da MAC. A princípio é bem difícil aplicá-lo, confesso que tive muitas dificuldades. Etretanto, devido ao calorão que anda fazendo, achei que depois de algumas passadas ele ficou mais cremoso e deslizou pelos meus lábios com mais facilidade. 

Um ponto negativo é a cobertura, precisei aplicar muitas camadas para que ele ficasse bem preto. Na primeira camada, obtive um tom cinza bem frio, meio chumbo, somente após umas 3 ou 4 camadas o batom ficou realmente preto. Entretanto, eu esperava bem mais. Queria que o batom possuísse uma tonalidade muito mais intensa e saturada, mas acho que só é possível obter este efeito com um batom líquido.

Já a durabilidade é ótima, o batom ficou intacto nos meus lábios por umas 4 horas, só depois de uma refeição precisei retocá-lo um pouco no centro dos lábios e acertar as extremidades. Claro que por ser um batom tradicional ele transfere um pouco, acabei borrando levemente meu queixo e a parte superior dos lábios após comer, mas isso ocorre comigo sempre que uso um batom desse tipo. 

Outra coisa que me incomodou foi a embalagem. Ao meu ver, ela é bem fraca e sensível, acredito que quebrará facilmente, não sou muito cuidadosa. Por mais que seja um batom de preço acessível, uma embalagem boa qualidade é algo que eu levo em consideração.


 No geral, eu gostei deste batom, esperava um pouco mais da cobertura e da intensidade da cor, mesmo assim ele é um dos melhores batons pretos que eu já testei até o momento. Sei que deve haver outros batons pretos nacionais de qualidade, já escutei muito sobre uma marca chamada Color Make, dizem que realmente é ótimo. Recentemente uma marca Nacional chamada  Evie Dee lançou um batom preto líquido, estou louca para testá-lo, custa R$34,90 + frete.


Enfim, o batom da lindsay Woods, pode ser encontrado no site TBlogs, eu paguei R$26,72 + frete. Vale citar que o frete deste site é bem carinho para algumas cidades, uma pena.

***Espero que vocês tenham gostado do post. Aproveito para desejar a todos um ótimo natal! Até o próximo post! Bjs