quinta-feira, 5 de março de 2015

Resenha, Polêmicas e Boicote: Lime Crime Velvetines nas cores Pansy, Salem e Cashmere


Oi gente!

O post de hoje é mais um review dos Velvetines da Lime Crime! Provavelmente será o último por um bom tempo, acho que já postei demais sobre a marca aqui no blog. Mas enfim, vamos a resenha dos velvetines nas cores Pansy, Salem e Cashmere.


Já falei um pouco sobre os velvetines aqui no blog, nas resenhas do Wicked e Utopia.  Eles são batons líquidos que após secarem nos lábios, deixam um acabamento completamente mate, além de possuírem uma longa duração. O salem foi lançado no começo de 2014, junto com outros velventines que faziam parte da coleção Clueless Witch, no entanto o Pansy e o Cashmeres são os lançamentos mais recentes. Abaixo seguem as descrições das cores:

Salem: marrom chocolate fosco;

Pansy: roxo intenso aveludado;

Cashmere: partes iguais de cinza e bege, chamado pela marca de greige.


Eu realmente amo a textura dos velvetines, eles são meus batons favoritos, pois além de possuírem uma cor bem intensa e opaca, a duração também é incrível. A cor se esvaece geralmente no centro dos lábios, porém somente após as refeições, fora isso o batom perdura por horas!!

No entanto, mesmo o conceito sendo o mesmo a para todos os velvtines, notei algumas divergências na fórmula das cores aqui citadas. O Salem tem uma cor bem rica mesmo, com apenas uma camada a cor já fica totalmente opaca nos lábios e sem falhas, sua textura é um pouco mais densa, menos líquida. Já o Pansy e o Cashmere são bem mais líquidos/aguadinhos, por isso acho necessário aplicar mais de uma camada para que a cor fique totalmente uniforme, com Pansy é preciso aplicar até umas 4 camadas para ficar realmente sem falhas. Porém, não me importo em ter que aplicar o produto mais de uma vez, gosto de ir construindo aos poucos a cor.

Como já comentado anteriormente, meu problema com os Velvetines se restringe ao aplicador mesmo, acho complicado de aplicar um produto tão líquido com essa esponjinha, sem contar que ela vem completamente saturada de produto, quando  na verdade apenas um pouco de produto é suficiente para cobrir todo o lábio Mas atualmente já estou em adaptando e não recorro mais a um pincel específico para de lábios.





Também, aproveito o post para falar um pouco da controvérsia no qual a Lime Crime está envolta. Já faz um bom tempo que a LM é alvo de críticas pelos consumidores devido a práticas comerciais duvidosas. Começando pelo fato da marca, supostamente,  não ser 100% vegana, como alegado e de revender sombras de outra empresa, que teriam sido reembaladas e etiquetadas com o logo da Lime Crime. Essa questão dos produtos não serem originais foi tão séria que a fundadora Doe Deere há alguns anos postou uma série de vídeos no youtube mostrando como eram produzidas as sombras, o que só gerou mais protestos entre os consumidores e então a LM optou pelo fim da comercialização do tal produto. As controvérsias não param por aí, a marca chegou a ser acusada de racismo e até mesmo da Doe Deere ser nazista!

Para ser sincera, nunca dei muita bola para essas criticas e achava até um pouco exageradas. Porém, este ano o forninho caiu para a Lime Crime, em fevereiro o e-commerce da marca foi hackeado! Devido a alguma falha no sistema de segurança, hackers conseguiram invadir o website e roubaram informações financeiras dos clientes. Muitos alegaram que tiveram suas contas bancárias zeradas! A princípio, o problema do site já foi resolvido, mas a fraude não, os clientes ainda estão tentando reaver o dinheiro com seus bancos e vários decidiram cancelar seus cartões.

Não sei como a marca lidou exatamente com o problema, eu acompanhei um pouco pelo instagram a situação e os comentários gerais eram de boicote à marca. Enfim, são tantos escândalos e dramas relacionados à empresa que decidi não adquirir mais os produtos dela por por um tempinho. Nunca comprei diretamente pelo site e também sempre uso paypal, sendo assim provavelmente não teria meus dados roubados, porém me senti muito sensibilizada com o que aconteceu com os outros compradores. 

Não sei se irei boicotar a empresa, mas irei pesquisar mais um pouco sobre esta questão da fraude e sobre os outros rumores para formar melhor minha opinião. Por hora, irei parar um pouco com a Lime Crime, não deixarei de usar os produtos que tenho, afinal foram super caros, além de serem os meus favoritos dentre todos os itens de minha coleção, no entanto não pretendo adquirir novos produtos, por enquanto.

Update: Resolvi me inteirar um pouco mais sobre a fraude que ocorreu com a loja virtual da Lime Crime e acabei descobrindo um dos motivos pelo qual vários clientes decidiram fazer o boicote. Parece que após descobrirem o problema no sistema de segurança e então furto de informações pessoais e a clonagem de cartões, a LM não deu o devido suporte aos consumidores afetados. Os clientes alegam que demoraram muito a ter uma explicação oficial da marca, sem contar os bloqueios e as mensagens excluídas de usuários que reclamaram do acontecido nas redes sociais da companhia. Ao que tudo indica, a Doe Deere não gosta nenhum pouco de receber críticas, ela já chegou a se desentender com várias blogueiras devido a resenhas negativas de seus produtos. 


Para finalmente terminar a resenha, acrescento apenas que amei de verdade esses 3 velvetines, tenho usado bastante o Salem que é super marrom, mas fica realmente bonito nos lábios. Também estou adorando o Cashmere, definitivamente é meu favorito dos 3! Ele tem um tom bem interessante, um nude mais frio, mas que não deixa os lábios super apagados, é possível usá-lo diariamente. O Pansy é o mais vibrante dos 3, mega blaster roxo, de fundo azuladinho. Acho a tonalidade linda e perfeita, entretanto não é  tão fácil assim de usar, ele chama muita, muita atenção! Mas, eu não estou nem aí, uso de dia, de noite e me sinto linda!

Para aqueles que também não pretendem mais comprar os velvetines da Lime Crime, recomendo os batons líquidos das linhas de cosméticos gringas Jeffree Star a Anastasia Beverly Hills, para muitos os batons dessas companhias são melhores do que os da LM.


Enfim, me digam o que acharam da resenha e se já estavam por dentro dos problemas referentes a lime Crime. Bjs e até o próximo post!